São Paulo 11 2808-7066 | Campinas e região 19 3112-0066 | Rio de Janeiro 21 3512-0826 | Brasília 61 3246-7115
Minas Gerais 31 3519-9549 | Paraná 41 3012-0045 | Demais Estados 0800 724 0228

MB - Fatores de Risco

Risco de Mercado
É o risco associado às variações do valor dos ativos que integram ou que venham a integrar a carteira do cliente em função das flutuações de preços e cotações nos mercados de câmbio, juros e bolsas de valores. Entre os fatores que afetam estes mercados, destacamos fatores econômicos gerais, tanto nacionais quanto internacionais, tais como ciclos econômicos, política econômica, situação econômico-financeira das empresas emissoras de ações e títulos e outros. Em caso de queda do valor dos ativos que compõem a carteira, o patrimônio do cliente pode sofrer perdas, dependendo do momento quando o cliente necessite se desfazer de suas posições.
 
Risco de Crédito

É o risco de inadimplemento ou atraso no pagamento de juros ou principal dos títulos que compõem a carteira. Neste caso, o efeito no Fundo é proporcional à participação na carteira do título afetado. O risco de crédito está associado à capacidade de solvência do Tesouro Nacional, no caso de títulos públicos federais, e ao da empresa emissora do título, no caso de títulos privados.
 
Risco de Liquidez 
É o risco associado à ausência de demanda pelos ativos que compõem a carteira, tanto por questões relacionadas diretamente ao ativo ou por fatores específicos do mercado em que este ativo é negociado. Neste caso, o cliente poderá:
 
(i) encontrar dificuldades para converter seus ativos em reservas (caixa) e atender a eventuais necessidades;
(ii) liquidar posições oferecendo descontos nos preços dos ativos para fazer caixa acarretando em perdas ao cliente.

Risco Proveniente do Uso de Derivativos
É o risco associado ao uso de derivativos à título de proteção da carteira (hedge) ou alavancagem do carteira.
 
(i) Hedge: derivativos são utilizados para proteção de flutuações de mercado dos ativos que compõem a carteira. Eventualmente, por questões técnicas do instrumento derivativo utilizado, este pode não oferecer uma proteção perfeita da carteira do cliente, causando descasamento de preços entre o ativo protegido e seu derivativo.
(ii) Alavancagem: instrumentos derivativos permitem ao cliente tomar posições nos mercados sem utilização do seu caixa (alavancagem). Neste caso, grandes oscilações no mercado podem levar a perdas superiores àquelas que o cliente possa suportar.


A WALPIRES S/A CCTVM é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil. Toda comunicação através da rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. i.c.v.m. 380,art.4o, § único. A senha e assinatura digital, de uso pessoal e intransferível, criadas pelo próprio cliente, são de seu conhecimento e uso exclusivo. A assinatura digital valerá como assinatura do cliente para qualquer transação efetuada. A WALPIRES S/A CCTVM poderá bloquear uma delas ou ambas quando julgar o seu uso como irregular.

Atendimento Home Broker: atendimentohb@walpires.com.br. Em caso de indisponibilidade do Home Broker, clique aqui.
Ouvidoria: 0800 724 3054

Mapa do Site | Termos e Avisos | Política de Privacidade | Home

Nossas redes sociais:   | Acesse também: